Comunicação sindical

GESTAMP em Vendas Novas pretende reduzir 25 postos de trabalho

Written by | Email Print

 

A GESTAMP, empresa que faz componentes para a VW/Autoeuropa em reunião com a Comissão Sindical do SITE Sul, veio na passada semana, comunicar a intenção de reduzir em 25 o número de trabalhadores que actualmente estão ao seu serviço, através da caducidade dos contratos de trabalho e rescisão por mútuo acordo com estes trabalhadores realizando assim um despedimento “encapotado”.

 Segundo a administração esta decisão foi tomada devido à redução do número de peças encomendadas por parte do seu principal cliente, a VW/AE. No entanto é entendimento do Sindicato e da Comissão Sindical que tal decisão não se deve somente a este facto, mas sim a uma tentativa de redução dos custos salariais que esta tem com os trabalhadores, pois esta redução da produção trata-se de uma situação transitória e como tal poderia, caso a administração assim o entende-se, recorrer a outras medidas que permitiriam a manutenção de todos os postos de trabalho.

Esta é uma empresa que recorre constantemente à utilização de trabalhadores com contratos de trabalho precário e baixos salários, violando o diariamente o disposto no artigo 185º do Código do Trabalho, que atribui ao trabalhador com contrato de trabalho temporário direito a retribuição igual à praticada pelo utilizador para trabalho igual ou de valor igual.

Assim e tendo em conta o acima disposto, os trabalhadores estiveram hoje reunidos em plenário onde decidiram a realização de novo plenário no próximo dia 28 de Julho de 2016 ás 15:00 horas, fora das instalações da empresa, no parqueamento junto á portaria de entrada como forma de protesto contra esta decisão da empresa.

PELO FIM DA PRECARIEDADE!

A LUTA CONTINUA!

 

Todos ao 1º de Maio!

Próximas iniciativas

 

28/03/2017- Dia Nacional da juventude/ manifestação em Lisboa

25/04/2014- Dia da Liberdade

01/05/2017- Dia do trabalhador

Saúde e Segurança no Trabalho

logosstsitetr 

 

SITESUL no Facebook

facebook_sitesul

Assédio Moral é ilegal!